sábado, 10 de outubro de 2009

TOO MUCH TOO SOON

Sou fã do Obama desde pequenininho, mas também estou entre os que acharam que esse Nobel da Paz veio cedo demais. Com menos tempo de mandato do que uma gestação, o presidente dos EUA conseguiu exatamente o quê? O Afeganistão está pegando fogo, o Iraque ainda não sossegou, palestinos e israelenses se odeiam mais do que nunca e os gays continuam sendo expulsos do exército americano. Nem mesmo a política interna o sujeito conseguiu apaziguar: apesar de estarem em franca minoria, os republicanos continuam enchendo o saco e inventando escândalos todos os dias. Mas também não é de hoje que o Nobel da Paz é dado a pessoas atreladas a processos que ainda estão em andamento, como no caso da independência do Timor Leste - é uma maneira de fazer pressão com luva de pelica, e apressar um resultado feliz. Mas por enquanto Obama só tem boas intenções, e boas intenções, ora ora, temos quase todos. Pelo menos foi um consolo por ele ter perdido as Olimpíadas para o Rio, kkkkk.

5 comentários:

  1. Você quase explicou o significado do Nobel para Obama em seu próprio texto. Um prêmio desse é mesmo uma espécie de pressão para que o presidente norte-americano trabalhe realmente em prol da paz, seja lá o que isso signifique. Além disso, serve como um reconhecimento pelo retorno do diálogo de um homem que ocupa um cargo político desse porte com o resto do mundo. Mas concordo contigo no timing equivocado do prêmio. Poderiam mesmo aguardar um pouco mais.

    ResponderExcluir
  2. Concordei com os analistas que consideraram um estímulo e reconhecimento à maior reviravolta nas Relações Exteriores dos EUA após a escuridão do Bush filho.
    Sigo desejando sorte ao Obama.

    ResponderExcluir
  3. rs.. tb fiquei chocado com vi que ele havia vencido o Nobel.. apressada demais essa decisão...

    ResponderExcluir
  4. para o Rio não. Parao Lula... uahauhaua

    ResponderExcluir
  5. inglorious bastard13 de outubro de 2009 17:35

    Achou cedo, é? Tipo daqui alguns meses pode ser...

    ResponderExcluir