quarta-feira, 14 de outubro de 2009

OREMOS, IRMÃOS

Cleycianne está por um fio. Pelo menos é o que diz seu noivo Wandersson no blog da modelo e fofoqueira evangélica: a serva do Senhor sofreu um acidente de carro, e agora está em coma. Pode ser só um golpe publicitário, mas talvez seja a morte anunciada de mais um blog. Depois do fim do Carioca Virtual e com o Que Pressão É Essa?! em recesso há quase um mês, será que eu aguento mais este golpe? Mas a blogosfera tem dessas coisas. O autor deve ter enjoado. Bem que os evangélicos de verdade podiam enjoar também e arranjar coisa melhor para fazer.

9 comentários:

  1. Que nada, ela será operada por um milagre.

    ResponderExcluir
  2. Eu comentei com o Wandersson que ela ter ido à Rua Augusta eu até acredito, mas não sei se era pra evangelizar as travas, não...

    ResponderExcluir
  3. Já estamos aguardando-a por aqui. Deus põe e o Diabo dispõe.

    ResponderExcluir
  4. Isso ai, Tony. Vamos ser intolerantes com a religiao dos outros.

    ResponderExcluir
  5. Não tenho o menor problema em ser intolerante com religiões que não respeitam a minha sexualidade. Sexualidade não se escolhe, se nasce com ela; religião se escolhe. E que todos os que são homófobos em nome de Deus vão para o inferno!

    ResponderExcluir
  6. Tony,
    Acho que antes falar de tolerância com religiões, todo mundo deveria meditar sobre as palavras ditas esta semana pelo José Saramago.

    "O escritor português e Nobel de Literatura (1998) José Saramago chamou o papa Bento XVI de "cínico" e disse que a "insolência reacionária" da Igreja precisa ser combatida com a "insolência da inteligência viva". "Que Ratzinger tenha a coragem de invocar Deus para reforçar seu neomedievalismo universal, um Deus que ele jamais viu, com o qual nunca se sentou para tomar um café, mostra apenas o absoluto cinismo intelectual desta pessoa", disse Saramago.
    Concordo muito!
    Abraço,
    *

    ResponderExcluir
  7. Nunca confiem em um Papa que já deu tiros...

    ResponderExcluir
  8. Mas aí você está generalizando. Dizer que todos os evangélicos são homofóbicos é tão preconceituoso quanto dizer que todos os homossexuais são imorais.

    Manere esse seu radicalismo. Não pega bem para uma pessoa que se diz esclarecida.

    abraços

    ResponderExcluir
  9. Tony,

    minha tendência é concordar com você exceto num detalhe: não é porque se nasce (será mesmo?) homossexual que se merece respeito. Devemos ser respeitados porque devemos.

    Anônimo, você tenta igualar a intolerância à homofobia (do Tony) à intolerância ao comportamento homossexual (das religiões), como se fossem a mesma coisa. Não são. A primeira busca melhorar o convívio entre as pessoas, e a segunda busca piorá-lo. A primeira deve ser incentivada, e a segunda inibida.

    ivan.

    ResponderExcluir