sexta-feira, 23 de outubro de 2009

DOIS LADOS DA MESMA MOEDA

Minha relação de amor e ódio com a Mostra Internacional de Cinema está explicitada em dois textos diferentes que saem hoje. Eu odeio a Mostra porque é impossível ver tudo o que eu quero em tão pouco tempo, ainda mais em dias de trabalho. Me vinguei com um comentário na "Folha de São Paulo" de hoje, que os assinantes do UOL podem ler aqui. Mas este é só um lado da moeda (outra coisa que eu odeio). Meu amor pela Mostra se derrama na primeira colaboração que eu fiz para o Vipado, a revista eletrônica do Ailton Botelho, que está ainda mais bonita e fácil de navegar. O texto ainda não "subiu", mas deve aparecer no site ao longo do dia (né, Ailton?). E hoje à noite começa minha maratona. Fico com uma musiquinha da Copa de 82 rodando na cabeça: "vai começar de novo, é novamente tempo de paixão..."

4 comentários:

  1. Li seu artigo na Folha. Não vivi esse frisson que a mostra já teve. Normalmente, escolho os filmes que têm cara de que não vão entrar em cartaz, embora a curiosidade de ver os novos dos grandes diretores o mais rápido possível seja grande.
    De qualquer forma, pro meu azar e de cientistas sociais todos, a mostra sempre calha com o principal congresso da área, em Caxambu (MG). Nunca dá tempo de ver nada. Posso me consolar no cinema de Caxambu. Deve estar passando "tá chovendo hamburguer"! Snif.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Rubem Matias Filho23 de outubro de 2009 13:09

    Vc tá trabalhando muuuito hein homi... benzaDeus!!!

    Sem inveja, ao contrário, desejo muito mais para você... merece... porque faz tudo com tanto gosto que só pode dar super certo... Quero ser como você quando eu crescer...rsrs...

    Abração...

    ResponderExcluir
  3. faz parte vinhado...para de ficar reclamando de tudo e xoxando tudo...ta veia hein fia...kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. não só subi como está em destaque tony! ficou otimoooo ;-) bjao AB

    ResponderExcluir