quinta-feira, 2 de abril de 2009

GENERALIDADES EM GERAL

Adoro nome de novela genérico, desses que não querem dizer nada e que servem para qualquer trama. Na Record tem uns ótimos, como “Promessa de Amor” e “Caminhos do Coração”. Mas é na Globo, principalmente no horário das 19 horas, que a arte do título intercambiável atinge níveis de Capela Sistina. Semana que vem estreia “Caras e Bocas”, um nome tão espetacularmente banal que tenho a nítida sensação de que já foi usado antes. É um digno sucessor de obras-primas como “Hiper-Tensão”, “Transas e Caretas” e “Pé na Jaca”. Será que a Globo tem uma espécie de banco de títulos, de onde tira algum sempre que precisa? Ou melhor, sorteia? Então vou contribuir com algumas sugestões, inteiramente grátis:
“Tudo de Bom”
“Já É”
“Pão com Manteiga”
“Beijo no Coração”
“Amor, Amor, Amor”

Mas todos esses empalidecem diante do nome da próxima novela do Manoel Carlos: “Viver a Vida”. É, eu ainda tenho muito a aprender.

26 comentários:

  1. Gente... "viver a vida" tá pau a pau com aquela mexicana do SBT: "meus filhos, minha vida".

    Realmente, alguém tem que criar um gerador de títulos de novelas das 19h.

    ResponderExcluir
  2. Será que Manoel Carlos chupinhou esse nome da soap opera "One Life to Live" que foi ao ar na ABC em 1968? Podia ter roubado um melhor, tipo "The young and the restless".

    ResponderExcluir
  3. É, tiger, mas "Viver a Vida" também é o título brasileiro de "Vivre Sa Vie", uma das obras primas da nouvelle vague assinada pelo mestre Godard. Inspiração para uma das mais recentes campanhas publicitárias da maison Chanel.

    ResponderExcluir
  4. "Beijo no coração" é otimo.

    Mas o melhor titulo era "amigas e rivais", de uma mexicana do SBT.

    ResponderExcluir
  5. a atual 'Negócio da China' também se enquadra nessa fanfarronice!!
    Ahh sim...e cara e coroa também é das piores!

    Logo logo chega às telas uma 'par ou ímpar'.

    Abs

    ResponderExcluir
  6. Tony,
    Meu nome é Lucas Maia. Sou estudante de jornalismo na PUC-Rio e repórter do portal da universidade. Tudo bom?
    Seguinte: a pedido do Arthur Dapieve (de "O Globo" e meu professor), preciso escrever um perfil. E gostaria muito, por uma série de motivos, que você fosse meu perfilado. Além de leitor do blog, acho que você é exceção tanto no mundo gay quanto na blogosfera.
    Sei que você vem ao Rio com alguma frequência e queria saber, se em alguma dessas vindas, você toparia me dar uma entrevista. Coisa rápida, meia hora. Que tal?
    Pesso desculpas por escrever isso nos comentários do blog, mas procurei seu e-mail, MSN, qualquer negócio, mas não encontrei. Teve que ser por aqui mesmo.
    Bem, se gostar da idéia, você pode me escrever por e-mail (labreumaiaarrobagmailpontocom), MSN (unprodigal_fallenarrobahotmailpontocom) ou aqui pelos comentários mesmo!
    Um abraço e obrigado
    --
    Lucas

    ResponderExcluir
  7. Aiiiiiiiiiii
    Pesso desculpa!!!!!!???
    Como assim? Vai pedir desculpa o resto da vida!
    Olha, Tony, cuidado com essa entrevista lindo... no mínimo vc vai virar: Thonni Goiz!
    Socorro!!!

    ResponderExcluir
  8. 1- Como colega de profissão, 'pesso' desculpas pelo erro do Lucas. Tadinho, essa reforma ortográfica embaralhou a cabeça do moço. Sugiro que você grave a entrevista para publicar os momentos mais interessantes aqui no blog. A gente merece ler isso.

    2- Que sintonia! Essa semana mesmo, durante uma zapeada pela TV, parei pra pensar no significado (ou 'não-significado') desse 'Caras & Bocas'. E com esse '&' no meio das duas palavras, o 'trosso' (\Lucas... não consigo esquecer... rs) ficou mais inútil ainda, concorda?

    ResponderExcluir
  9. vim aqui comentar sobre os nomes genéricos...

    e dou de cara com estudante de JORNALISMO da PUC-RJ escrevendo peSSo..
    e eu ainda achava que a PUC-RJ era uma boa escola...

    outra coisa... fui daqueles que achei a coisa toda do Doritos um desvio de alvo para a energia GLBTXYZ... mas li algo agora que me deixou MUITO contente: uma ONG do Piauí conseguiu uma liminar para companheiros gays serem considerados dependentes no Imposto de Renda... isso sim me parece causa para batalha... e não possível homofobia de Doritos...
    olha a notícia:
    http://www.acapa.com.br/site/noticia.asp?codigo=7775&target=_blank&titulo=Decis%E3o+judicial+obriga+Receita+a+aceitar+casais+gays+no+Imposto+de+Renda

    ResponderExcluir
  10. Bem, "peço" desculpas pelo erro. De fato, fica muito feio um estudante de jornalismo cometer um erro ortográfico. Existe, contudo, uma razão pra isso: sou cego e, quando teclo, não vejo - obviamente! - o que está saindo na tela. Além disso, não fui alfabetizado em braille, e oriento minha grafia basicamente pela fonologia das palavras. E como qualquer um de vocês pode deduzir, "pesso" e "peço" soam exatamente o mesmo. Enfim, a maioria de vocês não vai acreditar nisso anyway. C'est la vie. ^^

    PS: Para as perguntas (tão naturais quanto inevitáveis) de como acesso o computador, faço uso de um programa desenvolvido pela UFRJ, chamado Dosvox (http://intervox.nce.ufrj.br/dosvox). Mas existe um número de programas para cegos, chamados leitores de tela. Fazem precisamente isso: lêem o que está escrito na tela do computador.

    ResponderExcluir
  11. Se não me engano, recentemente saiu uma matéria no O Globo sobre o Lucas. No portal da Puc tem também: http://puc-riodigital.com.puc-rio.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=1126&sid=56

    ResponderExcluir
  12. Será que "Viver a Vida" será como "Páginas da Vida", com uma ceninha de moral ao final de cada capítulo? Ou será uma novela de auto-ajuda?

    ResponderExcluir
  13. Aaaaaaaaaaaaaaah, não sei o que me irrita mais: "Tudo de Bom" ou "Beijo no Coração".
    Acho que "Tudo de Bom" ganha, viu?
    ODEEEEIO.

    ResponderExcluir
  14. Ex-genrinho saudoso3 de abril de 2009 13:28

    Tony,

    A história do Lucas Maia,estudante cego de jornalismo,que quer te entrevistar,é,no mínimo,o MÁXIMO!!!

    É o supra-sumo da classe e da modernidade...

    Além do que,a consciência dos que o criticaram deve estar tão,mas tão doída,que nem Xilocaína vai dar jeito.

    Depois da entrevista,por favor,publique cada vírgula,inclusive com os "erros" de ortografia do super jornalista Lucas!

    Beijomeligaebomfinde!!!

    ResponderExcluir
  15. Putz, esse Lucas é muito gatinho... Betty Faria Lindérrima!!! êêh lá em casa!!!! hahahahaaha :D

    ResponderExcluir
  16. Pra todos vocês que tiraram sarro do Lucas Maia: boa sorte na próxima encarnação!

    Mwahahahahaha

    ResponderExcluir
  17. MUITO BOM ESSE POST,SEMPRE ME VEM A CABEÇA UMA NOVELA CHAMADA''PÃO,PÃO BEIJO,BEIJO'',MUITO ENGRAÇADO.CURIOSO,O LOGO DE ''CARAS E BOCAS'' LEMBRA O DE ''CARA E COROA''.

    ResponderExcluir
  18. Acho que estou vivendo a semana do surrealismo... Isso não é verdade, não é verdade, não é verdade...
    Uma vez, quando estava na faculdade (2003), coloquei um terno, pus uma bíblia debaixo do braço e apostei com meus colegas que iria dar uma de pastor de rua na praça da Sé. Consegui juntar 120 pessoas ao meu redor ouvindo minha pregação sob o sol das 13 horas daquela quinta-feira de abril. Comecei, num certo ponto, a interagir com o povo e perguntei pra um senhor que lá estava se ele lia a bíblia. Ele respondeu que não. Eu, falsamente indignado, perguntei: "E por que, homem, não lê a sagrada Bíblia?" .. Ele responde: "Porque não sei ler".

    Páginas da Vida.

    Abstenho-me de xoxação.

    ResponderExcluir
  19. Lucas, desculpadíssimo pelo erro! Justificativa mais do que aceita. Não poderia me furtar do prazer e da honra de te dar os parabéns pela força e coragem. Você é o que podemos considerar um exemplo vivo de superação. Forte abraço.
    Agora, sr. genrinho, saiba que o senhor só conheceu a "bela história do Lucas", em decorrência dos meus comentários e dos comentários do Rody. Portanto: More than welcome!
    Quanto, ao sogrinho, bem... basta passear pelo blog para decidirem quem tem a língua mais afiada. No seu caso, T.Goes, precisaremos de mais umas 600 encarnações!!

    ResponderExcluir
  20. Lucas, meu querido, ainda como colega de profissão, sugiro que você procure programas melhores para resolver seu problema de grafia. Com esse programa que você está usando no momento, você não vai sobreviver nessa profissão. E continuará tendo chefes que duvidem de sua capacidade. Além disso, imagina ter que passar a vida explicando que é cego e que não foi alabetizado em braile e blá-blá-blá. Não dá, não é verdade? Adorei o cachorro! E suas referências cinematográficas: Almodóvar, Truffaut e Woody Allen. E não. Isso não é uma cantada. risos.

    ResponderExcluir
  21. Ex-genrinho de ressaca5 de abril de 2009 07:29

    O que é esse anônimo dando respostinha como se fosse criança dando forinha?!? A carapuça serviu?? A consciência doeu?? Pois é:eu e Tony te esperamos na próxima vida lá no Afeganistão,ok?

    Beijomeligaquearessacatáfueda!!!

    ResponderExcluir
  22. Agora que vi a chamada da novela. Tem até uma subtrama meio "Mamma Mia" da garota querendo conhecer o pai e reuní-lo com a mãe.

    ResponderExcluir
  23. tony, fui entrevistado pelo antropologista em viadeiro de sp.. hehe.. falei mal horrores de vc.. desculpa.. mas eu ainda te amo!

    ResponderExcluir