sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

LADRÕES DE GALINHA

Acho que o Pedro Corrêa do Lago tem razão em dizer que os ladrões do MASP são pés-de-chinelo. Eles não roubaram as obras mais valiosas, mas sim os quadros dos autores mais manjados pelos brasileiros. Digamos que, se fosse música clássica, teriam roubado o “Danúbio Azul”. Claro que isso não livra a cara do Julio Neves, que em suas gestões como presidente da instituição conseguiu deixar na lona o “museu mais importante da América Latina” (e desconfio que nem é mais – o Malba de Buenos Aires passou na frente). Um amigo que trabalhou lá presenciou coisas do arco da velha… Mas sabe quem é mesmo o grande culpado? A nossa elite de merda, que investe em apartamento em Miami mas está cagando para a arte e a cultura. As doações aos museus eram a maneira como os novos-ricos americanos compravam ingresso para a alta sociedade. Aqui, comprar a revista “Caras” para cobrir o début da filha dá retorno mais rápido.

8 comentários:

  1. De Picasso tá cheio o Darkroom da TW Universal. É cada Pica de deixar as bilús malucas. Agora euzinha pergunto: POrque foram mexer no Picasso do Juju? PORra-TINhARI que levar o quadro do negão cafuçú trabalhador também? Já deve tá decorando alguma cobertura de Singapura por aí. O problema, é achar!!! Um beijo e me liga, fio!!

    ResponderExcluir
  2. Passei o dia de péssimo humor,esconjurando, xingando o Julio Neves.Vi esses quedros inúmeras vezes na minha vida. A última faz uns dois meses. Se pudessse o processava por negligência. Houve tentativa de roubo em outubro.Tentativa de arrombamento com maçarico semana passada e que medida ele tomou? Nenhuma ao que parece. Deve estar preocupado em projetar seus neo-clássicos horrososos. Numa eleição da Folha em que foi membro do juri,teve 2 entre as 3 "obras" escolhidas como as mais feias da cidade.Daslu e um prédio de escritórios na Faria Lima, creio. Deixou a conta de Luz do MASP ser cortada ,por falta de pagamento,ano passado.Típica crônica de um roubo anunciado.Agora depois de arrombada a porteira,diz que vai em busca de "novas tecnologias de segurança na Europa. Maldito seja

    ResponderExcluir
  3. Já ouvi falar em algum lugar, e pelo visto você também deve concordar: não se tem elite de fato no Brasil.

    ResponderExcluir
  4. NOTA 10 PRO SEU POST TONY.. E ZERO PARA O MASP...

    ResponderExcluir
  5. a cada informação que se seguiu à notícia do roubo, fiquei mais escandalizado: o MASP não tem alarme! não tem segurança para todas as entradas!

    COMO ASSIM?
    o lugar tem obras de arte importantíssimas e muito valiosas!

    DESCASO da administração.. e de certa forma do governo e da elite tb..

    ResponderExcluir
  6. Tonee, se você se comportar beeem no ano que vem te dou um presente da nova elite, você escolhe: seu retrato coloridzeenho by Romero Britto ou você de cavaleiro by Roberto Camasmie?

    mwáh, merry Xmas dahling!

    ResponderExcluir
  7. Olha, a Libanesa disse tudo. Os valores são outros e patrocinar arte ainda não é sinal de status no Brasil. Comprar arte moderna na SP-ARTE é OK, mas patrocinar algo público não conta pontos na escala social.

    Tomara que esse roubo sirva para o início de uma grande mudança. Eu conheci um Masp em que as obras ficavam expostas em cavaletes de vidro, sem paredes. E o acervo era valorizado.

    Quem sabe não chamam o marido da Adriana Varejão - Bernardo Paz, que montou aquele museu em Brumadinho, para dar uma força?

    ResponderExcluir
  8. Quem nao quer ter uma Ferari pintada por Romero Britto pra andar em Miami Beach?

    Eu nao!

    ResponderExcluir